{{link.titulo}} Login

Notícias

15/06/2022

Qual o impacto na biodiversidade do fornecimento de biomassa para biocombustíveis?

Energia e Clima

Concawe e Fraunhofer lançam a primeira fase do estudo “Avaliação do impacto na biodiversidade para o futuro fornecimento de biomassa para a produção de biocombustíveis”

Na Diretiva de Energias Renováveis (RED II), a Comissão Europeia enfatiza a necessidade da transição para fontes de energia renováveis, estabelecendo uma meta para energia proveniente de fontes renováveis e fornecendo uma listagem de matérias-primas para a geração de biocombustíveis.

O cultivo e a produção destas matérias-primas (desde algas e biomassa residual e produtos secundários até culturas não alimentares e material celulósico) devem ser focados em fontes alternativas de biomassa que não interfiram com  o cultivo  e a produção de alimentos e rações. A RED promove ainda o uso de resíduos e limita a produção de matérias-primas com grande impacto na alteração do uso indireto dos solos (ILUC - indirect land use change), no entanto, não considera explicitamente a preservação da biodiversidade ou práticas agrícolas e de gestão favoráveis à biodiversidade.

Assim, este estudo surge após esta questão ter sido abordada pela Comissão Europeia na Estratégia para a Biodiversidade 2030, tendo como objetivo determinar os impactos ambientais sobre a biodiversidade decorrentes da produção de biomassa para uso em bioenergia.